4 de novembro de 2007

Ao vento

Há tempos,
penso
e tento
e invento
e insisto...
mas confesso
é um tormento
me entrego, desisto
a isso, não pertenço...


e não há alento.

2 comentários :

Paolalá disse...

Seus poeminhas são fofos. Vc devia escrever mais.

Carla Caldas disse...

Boto fé.